domingo, 12 de março de 2017

Não tenho nada de errado

As pessoas se julgam boas demais para outras determinadas pessoas.

Umas se julgam as "top" pelo seu status de diplomas a pendurar nas paredes.

Algumas se acham Deuses por terem dinheiro demais, poder e com tudo isso, a Fama.

Outras, mesmo sem ter muito, se acham boas demais para alguns de seus semelhantes.

O que há de errado comigo?

Muitos fazem essa pergunta.

O errado são aquelas pessoas que não se limitam ao que são.

Pessoas que não tem noção do que o amanhã as espera.

Hoje eu não posso precisar de você, talvez nunca precise, mas posso precisar, um dia, de alguém na mesma situação que a sua ou talvez pior.

"Precisar" é uma palavra de várias compreensões.

Quer ver?

Quando eu digo que preciso de você, o que vem de imediato em sua mente?

Dinheiro, coisas materiais.

Pois nem sempre é isso.

As pessoas precisam de muito mais que isso.

Uma palavra, uma conversa de minutos, algo para quebrar o tédio e dissolver um pouco a solidão que paira no ar.

"Precisar" é querer algo.

Mas esse algo nem sempre é o que você pensa.

Um(a) Varredor(a) de rua, um mendigo, um doutor, padre ou policial, não interessa o nível, o status e essas coisas...

Todos um dia, em algum momento podem precisar de você, mas muitos não podem procurá-lo por orgulho, pelo que elas "acham" que são.

O que eu tenho de errado?

O que fizeram comigo?

Porque me sinto abaixo de todos?

Porque me colocam em segundo plano?

Logo após vem a notícia...

Fulano cometeu o pior de todos os pecados:

- O Suicídio.

É.

Atores, Atrizes e Cantores(as) famosos se matam, por estarem em decadência na profissão, por estarem com idade avançada e essas coisas.

Muitos ficam sem dinheiro e acham isso impossível para elas, não procuram uma ajuda para falar de sua preocupação e cometem suicídio.

Então.

Depois que essas pessoas se vão, atentam contra a singular via, alguém no meio de todos diz:

- Puxa, ele(a) poderia ter me procurado, para tentarmos achar uma solução.

Talvez até tenha feito isso, mas a correria por "melhores dias" não levaram a um grau maior a palavra de quem o(a) procurou.

Isso é muito comum.

As pessoas se sentem boas demais para aquelas que estão supostamente vários níveis hierárquicos no "sedimento" inquebrável que a sociedade impõe aos Tolos que não enxergam a verdade.

É difícil saber quem sou e é difícil saber quem você é.

Mundo cruel e desatinado.

Não damos o valor real às pessoas e muitos nem querem saber daqueles que se julgam bons demais.

Uma escala piramidal, onde a evolução involui a cada degrau.

Existe a casta social impregnada neste mundo e só há uma solução para desmoronar tudo.

Qual será essa solução?

As Pedras da Geórgia?

Caixões Fema?

Caixões Fema, caixões coletivos para quê?

Projeto Haarp?

Chemtrails?

A máfia da medicina, onde vender remédios é melhor que encontrar a cura, que, os entendidos sabem que existem cura para as doenças incuráveis, mas não colocam em prática para não desmoronar a máfia farmacêutica mundial...

Existe um que levanta todas essas coisas, o famoso Irmão Rubens que jura que nunca foi Evangélico.

Particularmente tenho minhas dúvidas.

Veja o que A Verdade Oculta tem a ver com isso, a verdade.

Não tenho religião, minha religião é saber o que ninguém gostaria de saber.

Se eu sou um qualquer na multidão e você?

O que é?

Muitos que estão em algures do Universo, que partiram de seus corpos, aqui na terra, estão perdidos, querendo voltar, e encontram seus corpos decompostos, cremados e essas coisas...

Pedem clemência e percebem que tudo, todo o preconceito, todas as ruindades, nada disso ficou impune.

Infelizmente "do outro lado" não é igual aqui, lá não tem "tapinhas" nas costas ou qualquer tipo de "trapaça", lá o Espírito sente a necessidade de dizer o que praticou aqui na terra e se sente no dever de "pagar" pelos erros cometidos.

Pense Nisso você também, mas aqui na terra, do outro lado não adianta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.